O caminho maniqueu

O estudo da essência do mal.

 
 
 
Início
Textos
Palestras
Livros
Poesias/Artes/Contos
Links preferenciais




Mito Mani 

Extraído da apostila de Andrea Sellmann

O Reino da Luz é infinito nos seus três lados, mas tem uma fronteira no sul com o Reino das Trevas. Este Reino das Trevas, da matéria escura, também é nos seus três lados sem fim e pela sua essência é totalmente oposto ao Reino da Luz. Seus 5 membros são fumaça, incêndio, escuridão, vento ardente e neblina.

Desta terra escura, sinistra nasceu "Satanás", não que ele esteja desde o começo eterno, mas suas substâncias nos elementos eram seu início. Estas substancias se unificaram a partir dos seus elementos e assim nasceu "Satanás", sua cabeça parecendo-se com a do leão, seu corpo com o corpo do dragão, suas asas com as asas do pássaro, sua cauda com a cauda de um grande peixe e seus 4 pés como os pés de um animal rastejante. Quando este "Satanás" de nome IBLIS o eterno ("Satanás" primevo, primordial) surgiu das Trevas ele devorou e engoliu tudo, espalhou desastre a direita e a esquerda e desceu para as profundezas levando destruição e aniquilação com esta movimentação toda.

No meio deste tumulto selvagem o Mal chega a fronteira do Reino de Luz e percebe o brilhar da luz. Pego de um grande desejo, de uma cobiça para esta maravilha, todos os elementos escuros se reúnem, para juntos, invadir o Reino da Luz e se misturar com a luz. Juntando todos os esforços invadem o Reino da Luz que treme perigosamente e assim os seus habitantes ficam conscientes dos esforços e tentativas das Trevas.

Como o Senhor das Grandezas na sua bondade não tende à luta ele chama (cria) a Mãe da vida. Esta por sua vez chama o Homem Primevo (primordial).

O livro Kitab Al Fihrist conta:

Assim ele cria através do Espírito da direito, dos seus 5 mundos e seus 12 elementos um Ser, o Homem eterno (homem primevo) e o chama para lutar com as Trevas .

Este homem primevo se protege com seus 5 elementos de luz e sai do paraíso, para iniciar a luta com as Trevas

Entretanto, as Trevas também se armaram. Acontece uma longa e tremenda batalha onde finalmente o homem primevo é vencido pelas Trevas.

Ele é roubado da sua armadura. Num fosso profundo bem embaixo no abismo da matéria ele jaz, anestesiado e amarrado, no meio dos animais selvagens e demônios horrorosos.

Quando acorda do seu desmaio ele reza ao seu Pai, uma oração que nos salmos é repetida por sete vezes. O Pai responde chamando (criando) o Amigo da Luz que por sua vez chama (cria) o Mestre de Obra que por sua vez chama o Espírito Vivo. O Espírito Vivo junto com 5 filhos por ele chamado (criado) vai ao limiar do Reino da Luz onde ele chama o Homem primevo preso nas trevas. Segundo os livros de Mani:

Ai chama o Espírito Vivo com voz alta e a voz do Espírito Vivo parecia uma espada afiada e tornou visível a forma do homem primevo.

E este disse a ele:

"Paz seja contigo, Bom entre os maus,
Reluzente no meio das trevas,
Deus, que habita no meio dos animais da ira 
Que não sabem nada da sua maravilha."

E o homem primevo responde:

"Venha com paz, trazendo o bem da paz e do silêncio" (sossego).

E ele responde:

"Como estão nossos ancestrais
Os filhos da Luz, na sua morada?"

O Espírito Vivo chama o homem primevo com voz alta e veloz como o relâmpago e o homem primevo tornou-se um outro Deus.

O Espírito Vivo acompanhado pela mãe da vida estende ao homem primevo sua mão e o tira das Trevas. Juntos voltam à sua morada no Paraíso da luz

Embora que o homem primevo fosse salvo seus Elementos de luz ficaram sob o poder das trevas. Para que estes também sejam salvos o Pai das Grandezas chama o” Terceiro Mensageiro”, que é o Pai das 12 Donzelas da Luz, o Zodíaco.

Contato: contato@mani.art.br